O comodismo contemporâneo

Nós humanos buscaremos sempre evoluir. Para alguns essa evolução é espiritual, religiosa ou então financeira. Certamente o conceito é bastante particular. Mas uma coisa é certa: Todos nós buscamos conforto. Buscamos ferramentas que aliviem a nossa força, que economizem o nosso tempo e que nos traga maior satisfação. Buscamos móveis confortáveis pois nos traz conforto ao corpo, obras de arte pois nos traz conforto aos olhos, roupas bonitas ou confortáveis, pois nos traz conforto social ou físico. E isso não é um problema, até certo ponto.

Então, podemos subir um nível e nos questionar: Onde isso é um problema? Bem, onde isto lhe sabotou e lhe colocou inerte perante a evolução? Tenho certeza que cada um de nós podemos responder pelo menos um item onde essa questão se verifica. Veja, as pessoas estão tão condicionadas ao conforto e ao que é fácil que, ao invés de buscarem o padre de sua comuna, correm ao padre cantor da televisão, com suas síndromes mentais forjadas em busca de atenção. Não pensam por si nem buscam os filósofos questionadores do mundo, mas sim, os “pensantes” contemporâneos em lindos ternos, porém, promotores de pensamentos desconexos e incoerentes às suas posições sociais e de opinião.

Bravos homens, que fogem ao dever, corretas damas, que se assim se beneficiarem, dormem com o primeiro homem que aparecer, homens adultos, dependentes das emoções, mulheres livres, escravas de sua imagem, intelectuais que se fundamentam através do jornal mastigado em suas portas, o filósofo burro… exemplos infinitos, hipocrisias enormes. O ser humano buscará sempre o mais fácil.

Nesse sentido, fuja do normal. Não seja essa massa de burrice e conformismo. Busque sempre entender a razão das coisas. Vá além. Se supere e, principalmente, supere aos outros. O mundo é competitivo, seja também. Nunca se conforme com o que está ai, livre para ser pego. Lembre-se, o que de fato tem o seu valor, estará sempre bem guardado.

Por: Marcius

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *